Lagarta-elasmo

Elasmopalpus lignosellus
A lagarta-elasmo, também conhecida como broca-do-colo, é uma das principais espécies de insetos-praga que danificam a lavoura de soja. É uma praga que ataca plantas jovens, alimentando-se de diversas espécies de plantas cultivadas ou silvestres, em especial de gramíneas e leguminosas.
Baixar ficha técnica

CARACTERÍSTICAS

 

A lagarta apresenta coloração verde-azulada, com estrias transversais marrons, purpúreas ou pardo-escuras, e mede cerca de 15 mm. Os adultos da lagarta-elasmo são mariposas de hábito noturno e medem 1,7 a 2,2 cm de envergadura.

 

CICLO REPRODUTIVO

 

O ciclo de vida da Elasmopalpus lignosellus compreende as fases de ovo, lagarta, crisálida e adulto. A fêmea inicia a oviposição dois dias após a emergência do adulto. A postura é feita no limbo foliar, no solo ou em restos culturais presentes na área. A lagarta nasce após um período de incubação de três dias. 

 

DANOS À LAVOURA

 

A lagarta-elasmo ataca as plantas de soja no estádio inicial de desenvolvimento, aos 30 a 40 dias após a germinação, raspando as folhas e danificando o sistema condutor de água e nutrientes da planta, o que resulta em murcha e secamento das folhas, com posterior morte da planta.  Esses danos podem levar a uma drástica redução do estande durante o estabelecimento da cultura e em caso de ataque severo, pode haver necessidade de ressemeadura.

 

CONTROLE E MANEJO

 

As estratégias para o manejo da lagarta-elasmo devem ser integradas, incluindo o controle químico e cultural. O tipo de manejo mais utilizado é o controle químico de forma preventiva. Em locais onde há alta probabilidade de ocorrência do inseto, o controle pode ser realizado através do tratamento de sementes com inseticidas ou da aplicação de inseticidas no sulco de semeadura. 

 

IMPACTOS NA SOCIEDADE

 

A soja apresenta diversas possibilidades de emprego: alimentação de animais, visto que os grãos têm grande utilidade na produção de ração de gado, frangos e suínos; produção de óleo de cozinha, biscoitos, manteiga, leite e a própria proteína de soja. Porém, como toda a cultura agrícola, o cultivo da soja sofre o ataque de pragas, como o da lagarta-elasmo, que podem comprometer a produção bem como a qualidade final dos produtos.

 

Fonte: EMBRAPA

 

Culturas que atinge

Newsletter

Cadastre-se aqui para receber notícias do agronegócio