Mancha-alvo

Corynespora cassiicola
A mancha-alvo, causada por Corynespora cassiicola, é um fungo polífago que ataca cerca de 280 espécies de plantas. Na literatura também é conhecida como Helmintosporium cassiicola, Cercospora melonis, Corynespora mazei, Cercospora vignicola e Helmintos-porium vignae. Atualmente, essa doença é uma ameaça para a cultura do algodão no Brasil – um problema que anteriormente era restrito à soja.
Baixar ficha técnica

CARACTERÍSTICAS

 

O fungo da mancha-alvo apresenta como característica principal a ausência de reprodução sexual. Produz em meio de cultura uma colônia de coloração branca, progredindo para um cinza escuro e tornando-se mais tarde um emaranhado preto oliváceo.

 

CICLO REPRODUTIVO

 

O ciclo da mancha-alvo compreende duas fases: primária e secundária. No ciclo primário, o fungo é disseminado pelas sementes e restos culturais. No ciclo secundário, o fungo é disseminado pelo vento. Quando a disseminação é realizada com o auxílio da água, ocorre principalmente pela chuva e pelos respingos de água de irrigação por aspersão.

 

DANOS À LAVOURA

 

O principal dano em decorrência da alta severidade da mancha-alvo é a redução da área fotossintética das plantas, em função das extensas lesões foliares, principalmente pela desfolha prematura. Na soja, em consequência da ocorrência da doença em um estágio prematuro (início do florescimento), pode ocorrer o abortamento de flores e vagens que estejam em processo de formação, afetando, também, a quantidade e qualidade de grãos produzidos, com redução do peso e produtividade.

 

CONTROLE E MANEJO

 

Várias estratégias são recomendadas para o controle da doença, tais como: uso de cultivares resistentes, tratamento de sementes, rotação/sucessão de culturas com milho e espécies gramíneas, pulverizações com fungicidas, sementes de boa qualidade, espaçamento e população de plantas que desfavoreçam o patógeno e adubação equilibrada.

 

IMPACTOS NA SOCIEDADE

 

Tem-se observado em diversas áreas produtoras que as doenças são responsáveis pela redução na renda do agricultor e, em determinados casos, podem ser causa impeditiva dessa atividade. Portanto, é imprescindível que nas áreas de cultivo sejam adotadas práticas adequadas de manejo para que a atividade algodoeira se mantenha sustentável.

 

Culturas que atinge

Newsletter

Cadastre-se aqui para receber notícias do agronegócio