Percevejo-Marrom

Euschistus heros
Dentre as várias espécies existentes, o percevejo-marrom (Euschistus heros) é considerado o principal percevejo da soja, devido ao seu alto potencial de dano e ocorrência, estando presente em praticamente todas as regiões agrícolas do país.
Baixar ficha técnica

CARACTERÍSTICAS 

 

O adulto mede 13 mm, tem cor marrom-escura e apresenta dois prolongamentos laterais, em forma de espinhos, na região do tórax. Exibe uma mancha branca em forma de meia-lua acima da parte membranosa das asas. No verão, geralmente, os insetos apresentam espinhos mais longos e mais escuros, comparados aos adultos coletados no inverno, que são de cor marrom-avermelhada e apresentam espinhos mais arredondados. 

 

CICLO REPRODUTIVO

 

Os percevejos são insetos ovíparos. Seus ovos são depositados principalmente nas folhas ou nas vagens da soja, em pequenas massas de cor amarela, normalmente com 5-8 ovos por massa. Depois de passar por vários estádios de desenvolvimento, o percevejo atinge a fase adulta. Muitos fatores podem interferir na duração do ciclo biológico desses insetos, porém, a duração média de ovo a adulto é de cerca de 28 dias e a longevidade média do adulto é de 116 dias. Tanto as formas adultas quanto as ninfas causam danos às lavouras. 

 

DANOS À LAVOURA

 

Na fase inicial de cultivo, o ataque do percevejo pode levar ao abortamento de vagens e implicar no retardamento da maturação dos grãos. Já, quando o ataque acontece no período mais recorrente, durante a formação e desenvolvimento das vagens, o peso e tamanho das vagens e dos grãos ficam reduzidos. Os grãos também ficam enrugados e chochos, apresentando, muitas vezes, uma coloração arroxeada a enegrecida.

 

CONTROLE E MANEJO 

 

É fundamental seguirmos programas de Manejo Integrado do percevejo. Dentro dessas práticas, o controle químico, por meio da pulverização de inseticidas, se destaca como o método mais efetivo. 

 

IMPACTOS NA SOCIEDADE

 

A diminuição da receita decorrente do ataque do percevejo-marrom pode passar de 30% se não forem tomadas as devidas medidas de controle. No entanto, é certo que os prejuízos econômicos não ficam restritos ao produtor. A queda na produção de soja, assim como na de outras culturas, pode impactar também no bolso da população, já que os alimentos são o principal componente da cesta básica do cidadão brasileiro. 

 

FONTE: SINDIVEG

 

Culturas que atinge

Newsletter

Cadastre-se aqui para receber notícias do agronegócio