Saiba como controlar doenças e nematoides da soja simultaneamente por meio do tratamento de sementes

27/07/2020
Cultura • Soja
Essa é uma prática altamente recomendada, pois auxilia no melhor estabelecimento da população de plantas na lavoura. Saiba mais!

Cerca de 90% das culturas utilizadas para alimentação – animal ou humana – têm como mecanismo de propagação as sementes. Porém, elas podem ser severamente atacadas por patógenos presentes no solo ou até mesmo disseminar doenças devido a contaminações antes do seu plantio.

 

Uma das formas para reduzir o ataque desses patógenos é o tratamento das sementes com fungicidas. A prática altamente recomendada, pois auxilia no melhor estabelecimento da população de plantas na lavoura.

 

Para manejar a presença de doenças na lavoura de soja, tanto via sementes de soja ou no solo, recomenda-se a utilização de um tratamento de sementes específico, capaz também de auxiliar no manejo de nematoides no solo.

 

Veja então qual é a importância em ter uma semente-fungicida que, ao mesmo tempo, proteje a lavoura contra doenças disseminadas pelas sementes e faz o combate de nematoides do solo.

 

Tratamento de sementes com fungicidas melhora a emergência das plantas

 

Na cultura da soja, as sementes podem ser severamente atacadas por patógenos no solo ou disseminar doenças. Falhas de estande da lavoura podem acarretar reduções significativas de produtividade.

 

Para reduzir tais impactos, o tratamento de sementes com fungicidas vem sendo uma prática amplamente recomendada, pois proporciona melhor estabelecimento da população de plantas por controlar patógenos importantes que porventura estejam presentes nas sementes ou no solo.

 

O tratamento de sementes com fungicidas garante ainda maior arranque e vigor das plantas, refletindo diretamente na produtividade da lavoura.

 

Nematoides: outra praga que pode ser controlada pelo tratamento das sementes

 

Conhecidos como a praga invisível da soja, os nematoides causam perdas anuais que passam de 10% da soja mundial. No Brasil, dados da Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN) indicam que os nematoides causam hoje prejuízos de até R$ 16,2 bilhões por ano aos sojicultores.

 

Segundo a Embrapa, existem em torno de 100 espécies de nematoides em todo o planeta com presença direta nas culturas de soja. Dessas, a Embrapa indica que há quatro que se destacam com maior incidência nas lavouras brasileiras:

 

  • Nematoides formadores de galhas (Meloidogyne spp.);
  • Nematoide de cisto (Heterodera glycines);
  • Nematoide das lesões radiculares (Pratylenchus brachyurus); e
  • Nematoide reniforme (Rotylenchulus reniformis).

 

A importância dessas espécies no país deve-se a vários aspectos, como a presença endêmica em diversas regiões produtoras, elevada variabilidade genética e potenciais riscos de danos decorrentes do incremento de áreas cultivadas com espécies de plantas suscetíveis.

 

Por isso, além das doenças do solo e das sementes anteriormente citadas, o controle dos nematoides é outra preocupação recorrente dos sojicultores brasileiros. Nesse cenário, o tratamento de sementes com fungicidas, que apresentam também a capacidade de controlar nematoides, é uma possibilidade bastante interessante para o agricultor.

 

Essa é a ideia de um produto completo. O produto se baseia no tratamento de sementes, específico para as lavouras de soja do país, mas ele tem também grande potencial de controlar a população de nematoides no solo das áreas de soja.

 

Essa solução é pioneira e tem registro em nematoides na soja e no milho. Conta também com a exclusiva tecnologia UHPS (Ultra High Performance Sticker) em sua formulação. Essa inovação proporciona uma melhor aderência à semente, proporcionando maior proteção à lavagem pela chuva.

 

Maior comodidade e economia ao agricultor durante o manejo da soja

 

Esse produto inovador representa maior comodidade para o agricultor durante seu manejo, já que oferece um controle simultâneo das principais doenças de solo e contribui no manejo de nematoides da soja.

 

Conhecido como um fungicida sistêmico e de contato, o produto apresenta amplo espectro de ação. Possui em uma única formulação dois modos de ação. Unidos, proporcionam maior vigor, arranque das plantas, desenvolvimento e garante o estabelecimento inicial da lavoura. O produto proporciona as seguintes vantagens:

 

  • Uniformidade, arranque e vigor no estande;
  • Amplo espectro de ação;
  • Redução da disseminação de doenças;
  • Controle de patógenos tanto das sementes quanto do solo;
  • Proteção do potencial produtivo da semente;
  • Maior permanência na semente, mesmo após alto volume de chuvas (adesividade);
  • Efeito benéfico sobre o potencial de enraizamento.

Newsletter

Cadastre-se aqui para receber notícias do agronegócio