Benefícios da rotação com soja na renovação do canavial

14/06/2021
Cultura • SojaCana-de-Açúcar

Após seu plantio, lavouras de cana-de-açúcar permitem de três a seis cortes consecutivos, de acordo com as variedades adotadas, manejo de solo e de água utilizados e o clima regional. Porém, com o término do ciclo da cana, o agricultor tem uma decisão bastante importante.

 

Em um primeiro momento, o produtor pode optar por renovar imediatamente seu plantio. Mas ele pode também proceder com a rotação com outras culturas. Essa decisão irá depender do seu objetivo, principalmente a melhoria das condições físico-químicas ou aumento da sua renda.

 

Especificamente para a rotação, a produção da cultura da soja em sistemas de reforma de canavial pode ser uma interessante estratégia, pois possibilita benefícios econômicos, ambientais e sociais.

 

Com base nisso, vale conferir quais são os benefícios da soja em estratégias de renovação do canavial, assim como dicas para proceder com a rotação de uma melhor forma.

 

 

Importância da rotação com soja na renovação do canavial

Como ressaltado anteriormente, a lavoura de cana-de-açúcar permite de três a seis colheitas consecutivas. Depois desse período e quando o aproveitamento da rebrota não é mais possível, há a necessidade de renovação do canavial, tendo na rotação uma excelente alternativa.

 

Para isso, normalmente, faz-se o uso de espécies de plantas conhecidas como adubos verdes, cujo objetivo é obter uma cobertura superficial e manter ou melhorar as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, inclusive em profundidade.

 

Neste momento, a rotação com uma leguminosa, principalmente a soja, representa uma excelente oportunidade de aumentar a produtividade da terra que, por consequência, permite muitos benefícios para o posterior cultivo da cana-de-açúcar.

 

A rotação de culturas é um tipo de manejo que só proporciona benefícios à agricultura. Muitas usinas adotam a rotação com a cultura da soja como uma ferramenta indispensável para as áreas em renovação.

 

Quando adotada na rotação, a soja representa uma ótima oportunidade de aumentar a produtividade da terra, associado a muitos benefícios para o cultivo da cana-de-açúcar. Algumas das vantagens do uso da soja na rotação de culturas em cana-de-açúcar são:

  • Permite maior economia na reforma do canavial;
  • Contribui com a conservação do solo, devido à manutenção de cobertura numa época de alta precipitação pluvial;
  • Fixação de nitrogênio e ciclagem de nutrientes;
  • Melhoria na eficiência no uso da água;
  • Auxilia no controle de plantas daninhas durante o cultivo anual da cana;
  • Combate indireto a pragas que se hospedam em plantas daninhas;
  • Otimização do uso de máquinas na propriedade;
  • Aumento da produtividade da cana-de-açúcar e produção de alimentos;
  • E claro, mais uma fonte de renda dentro da mesma área, diversificando as fontes de renda do produtor ou da usina.

 

O cultivo de soja nas áreas de reforma de canaviais também contribui para a redução dos problemas ampliados a partir da erosão do solo causado pelas chuvas, especificamente para aquelas áreas sem vegetação.

 

 

Estratégia adotada no processo de rotação com soja

A rotação com soja pode ser efetuada após o final da colheita do último ciclo da cana, por volta de outubro e novembro, com a colheita sendo planejada para ocorrer em meados de janeiro e fevereiro, período precedente à plantação de cana-de-açúcar em março e abril.

 

A rotação com culturas ainda é uma prática em expansão no setor, uma vez que pode prejudicar a janela de plantio da cana-de-açúcar em caso de mau planejamento ou falta de conhecimento da produção de soja.

 

Por este motivo, muitos especialistas indicam que o correto planejamento representa um ponto muito importante, pois o produtor de cana não realizará um programa que possa interferir no cultivo.

 

Dessa forma, o sistema mais comum de utilização da cultura da soja em rotação ou reforma do canavial envolve operações como: retirada da cana, destruição da soqueira, calagem, preparo do solo, plantio da cultura anual (soja), colheita da soja e novo plantio de cana logo em seguida.

 

 

A rotação de culturas é uma oportunidade para o manejo de daninhas

Assim como qualquer outra cultura, o uso de herbicidas pode ser uma necessidade na cultura da soja. Herbicidas são produtos químicos que costumam apresentar certa persistência no solo, ou seja, o período durante o qual a substância do produto permanece no meio ambiente.

 

O que ocorre, no entanto, é que o uso de herbicidas na soja durante a rotação pode representar um desafio, principalmente aqueles produtos com residual muito longo, que podem resultar em três problemas:

  1. Aumento da pressão de seleção de biotipos de plantas daninhas resistentes; e
  2. Gera problemas com carryover* na próxima cultura.
  3. A utilização de um bom pré-emergente auxiliar no plantio da cultura seguinte para maior redução do banco de sementes.

 

Por outro lado, o manejo correto de daninhas na rotação de culturas, pode ser um aliado para o controle de daninhas no canavial.

 

As daninhas de difícil controle são um desafio para o produtor de cana, e o uso de um herbicida pré-emergente na cultura da soja, é também uma oportunidade de trazer uma área mais limpa para o desenvolvimento da cultura da cana.

 

A IHARA recentemente apresentou uma linha de herbicidas pré emergentes altamente seletivos para soja e cana, chamados Herbicidas do Futuro.

 

Para a soja a solução é o KYOJIN, tecnologia inovadora, e seletiva para ambas as culturas, com amplo espectro de ação nas daninhas resistentes.

 

Desenvolvidos especialmente para manejo de daninhas na cultura da cana, a IHARA apresenta FALCON, herbicida pré-emergente com alta seletividade e controle de daninhas de folhas largas e estreitas, especialmente para o período úmido de cana planta e cana soca.

 

Para a cana soca seca foi desenvolvido o RITMO, que combate daninhas como capim braquiária, mamona, cordas e outras, mantendo o canavial no limpo por mais tempo e maior rendimento.

 

Dessa forma, observa-se que a rotação de soja na renovação do canavial permite a conquista de muitos benefícios, cabe ao responsável pela área identificar qual cultura será utilizada em rotação, para assim definir quais produtos podem ou não serem utilizados nessa cultura e que não afetarão o início do próximo ciclo da cana-de-açúcar.

Newsletter

Cadastre-se aqui para receber notícias do agronegócio